Escrito por José Borlido

2018 12 10 00006Realizou-se no dia 10 de dezembro de 2018, no Centro Paulo VI, a 4ª. Sessão da Escola do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, em que foi palestrante o Padre Fábio Carvalho, «Capelão do Hospital de Santa Luzia» que apresentou o tema “Gaudete Et Exultate – è possível ser santo hoje?”.

O Padre Fábio Carvalho realizou todo o seu trabalho, baseado na Exultação Apostólica “Gaudete Et Exultate”, onde o Papa Francisco nos revela que todos podemos ser santos. Ser santo é ter a santidade presente, é um objectivo de saúde. É possível ser santo hoje; esta é uma pergunta fundamental, que pressupõem logo que a vida supera a mera horizontalidade dos conceitos.

O Padre Fábio incentivou os presentes para que leiam a “Gaudete Et Exultate” -Alegrai-vos e Exultai, do Papa Francisco, que exorta elementos e citações da constituição Dogmática “ Lúmen Gentium; A santidade é o rosto mais belo da Igreja; mas mesmo fora da Igreja Católica, em áreas muito diferentes, o espírito suscita sinais da sua presença, que ajudam os próprios discípulos de Cristo.

Alegrai-vos e exultai é o imenso desafio das Bem-aventuranças «Carta Magna da Santidade»; A santidade gera-se nas pequenas coisas da vida, nos bons sentimentos de coração, na linguagem do cosmos.

Sintetizando o Capítulo V da Exortação, referiu: O meu objectivo é ser humilde: fazer nosso o chamamento à santidade, procurando encarna-lo no contexto atual, com os seus riscos, desafios e oportunidades; porque o Senhor escolheu cada um de nós para sermos santos.

Falou-nos depois dos testemunhos que nos encorajam à santidade e que podem estar nos testemunhos da nossa própria mãe, avó, avô, ou outras pessoas mais próximas de nós; A sua vida talvez não tenha sido sempre perfeita, mas mesmo no meio das imperfeições e das quedas continuaram a caminhar. «Santos do pé da porta»; Gosto de ver a santidade no povo paciente de Deus: nos pais que criam os filhos com tanto amor; nos homens e mulheres que trabalham a fim de trazer o pão para casa; nos doentes; nos consagrados e idosos que continuam a sorrir. Esta é muitas vezes a santidade ao pé da porta.

O Papa Francisco diz: não tenhas medo da santidade; não te tirará forças, nem vida, nem alegria; muito pelo contrário, porque chamado a ser o que o Pai pensou quando te criou e serás fiel ao teu próprio ser. O meu alvo é ser santo: A nossa salvação depende de Deus que é Amor; sem Deus, nada conseguiremos, só Ele salva e nos dá felicidade.

A luz do Mestre “O segredo das Bem-Aventuranças” «Amar como Deus Amou». Ser luz é ser santo, é chegar »a luz plena de Deus; concluiu o Padre Fábio, de cuja palestra deixamos este breve resumo.

Pode ver aqui fotos deste evento.