Escrito por José Borlido

REUNIAO DE DELEGADOS 30 SET. 2017 2Realizou-se no passado dia 29 de Setembro no Centro Paulo VI em Darque, uma Reunião de Delegados de Paróquia e Centros de Ultreia a nível da Diocese de Viana do Castelo.

A Reunião iniciou-se pelas 9,30 horas com o acolhimento a que se seguiu a Oração de Laudes, conduzida pelo Assistente Espiritual do Movimento Sr. Padre José Torres Lima.

Os trabalhos foram conduzidos pela Presidente do Movimento Conceição Ponte, que começou por apresentar detalhadamente o calendário de atividades do MCC para o Ano Pastoral 2017/2018, tendo-lhes sido entregues no final da reunião (as quantidades necessárias) para serem distribuídas pelos Cursilhistas dos seus Centro de Ultreia.

A Presidente procurou motivar todos os Delegados a que nos seus Centros de Ultreia para comecem já a fazer Pré-Cursilho com vista à frequência dos próximos cursilhos programados já a partir de Janeiro de 2018.

Deu a conhecer os documentos recebidos do Secretariado Nacional elaborados no último ano e agora concluídos, com vista a uma uniformização a nível nacional da organização dentro dos Cursilhos, numa procura de se retomar as origens do Movimento fundado por Eduardo Bonnín.

Foram ainda apresentados os últimos livros editados pelo MCC como o “novo Livro Rollos e Meditações”, “Vertebrarão de Ideias” e “100 Anos – Biografia e Pensamento” editado a 4 de maio de 2017 nos 100 anos do nascimento de Eduardo Bonnín.

A finalizar Presidente Conceição Ponte fez referência à abertura da Escola do MCC (antiga Escola de Dirigentes) que terá lugar a 16 de Outubro de 2017 no Centro Paulo VI, cujo calendário e temas serão apresentados na sessão de abertura, que terá início pelas 21,15horas com a celebração da Eucaristia, que será presidida pelo nosso Bispo D. Anacleto Oliveira.

Porque estamos em ano das comemorações dos 40 anos do nascimento da nossa Diocese, a Escola do MCC vai certamente ter presente este grande acontecimento Diocesano e a Pastoral do nosso Bispo.

A Presidente esclareceu a mudança de nome da Escola, feita no sentido de que os Cursilhistas percebam que é uma Escola para todos os Cursilhistas e que existe outra Escola designada de “Escola de Formação de Dirigentes” destinada apenas a quem trabalha nos Cursilhos.